8 de set de 2013

Mau dia, mau dia

Eu tento recordar sempre o que me faz bem... tento, mesmo, deixar de lado tudo o que já me chateou: atitudes, momentos, palavras...
Eu tento, acho que todos tentam. Ninguém quer sofrer de novo, sofrer atoa, sem um real motivo.
Então porquê tudo isso?
Porque magoar o outro? Por futilidade, por algo tão simples, tão bobo...
Tenho muitas prioridades, muitos compromissos, sabe? E quando não estou correndo atrás deles, quero descanso... quero boas risadas, quero ser feliz, quero rir de piada idiota, quero comer o que me der vontade, quero dar e receber carinho das pessoas que gosto.
Eu sou assim, mas nem todo mundo é.
E eu sou daquelas que uma atitude ruim, me afeta e muito quando é de alguém que eu amo e considero.
Uma palavra, um gesto pode mudar radicalmente o andar das coisas e transformar isso em um "mau dia".
Eu tento relevar porque também erro e sei disso, vai ter a vez que vou transformar o dia de alguém também...
É preciso saber o limite das pessoas. É preciso respeitá-los também.
Mas sabe isso de apenas dar valor quando perde? Acho que todos deviam pensar mais nisso.
Perder pra perceber o valor de algo ou alguém, é tardio e é doloroso.
E é também aprendizado... tudo tem seu lado bom, não é mesmo?

Mau dia, mau dia, mau dia.
- Jackie Chan