30 de mar de 2016

Infelizmente ou felizmente a vida nos mostra muitas coisas.
Mostra quem é quem, derruba mentiras, traz á tona realidades, JOGA elas na sua cara.
Pessoas por quem você perdia o sono de preocupação,que estavam sempre em suas orações,que uma msg bastava e você já estava lá para saber como ela estava... Essas pessoas se viram contra você e de repente, nada do que você ja fez ou é significa algo.
Somos um nada nesse mundão de Deus mesmo.
O que eu sempre agradeço á Deus é por isso... há algum tempo aprendi  a me doar, dar meu melhor, ser a melhor pessoa, amiga, namorada, filha, irmã, etc que posso ser... e não esperar absolutamente NADA em troca. Porque é frustrante, em sua grande maioria, essa expectativa jovens. Não façam isso com vocês! rs

Pratique o bem. Seja verdadeiro, sincero. Meça palavras. Não omita, não minta... não deixe de falar, mas meça palavras. Uma frase, um tom, uma mensagem dúbia pode gerar muita dor, tristeza, confusão.
Mas essas mesmas palavras - que precisam ser ditas - aproxima ou afasta quem deve, te mostra quem é e quem não é, tira máscaras, te nocauteia com a realidade.

É isso aí... vivendo e aprendendo.

18 de mar de 2016

Amar é muito louco

É muito louco amar uma pessoa, não é mesmo?
É tudo muito intenso, um beijo, um abraço, uma palavra, uma discussão, fazer as pazes...
TUDO é MUITO.
E é tudo muito gostoso. Todas as etapas de uma relação são essenciais e deliciosas de se viver.
Conversar, conhecer melhor o outro, compreender um lado que você não concordava ou nem conhecia, viajar num olhar, amar um sorriso, olhar para alguém como se fosse o bem mais precioso desse mundo e saber que faria o possível e impossível para que nunca nada nem ninguém tire aquele sorriso do rosto dele.
Esse trem de amar é um bagulho doido!

É despedir já querendo o retorno, é desligar o telefone já querendo ligar de novo, é acabar de fazer amor e mesmo esgotada, querer mais e mais e mais.
É passar o dia todo do lado da pessoa sem fazer nada, só vendo tv ou sei la mas ser o dia mais gostoso do mundo. É discutir com quem vc ama e todo o resto ficar um porre, o trabalho, a faculdade, as pessoas.
Se não tô em sintonia com ele, nada mais dá certo. É o centro de tudo, é meu ponto de paz e equilíbrio.

Eu sei que posso escrever um textão, um livro, uma enciclopédia...
Mas em palavras não dá pra descrever nem parte do quanto que amo esse cara rs
É muito louco. Quem ama assim vai entender parte da agonia que é depender tanto de outro para ser feliz por completo.

É muito, muito louco rs

16 de mar de 2016

Mau dia

No trabalho tá tranquilo... até demais. Tendo pouco ou nenhum processo.
Na faculdade tá tranquilo... de boa. Entreguei na data certa os trabalhos, os que são para entregar para frente estão encaminhados.
Tenho tentado manter a calma e ser sábia ao avaliar a situação de cada amiga que vem desabafar, vejo a situação por fora mas também me coloco no lugar delas, tento ajudar, de coração. Acho que estou indo bem...
Acredito que no namoro tbm tendo dado meu melhor. Tenho cuidado do coração e das doenças, tenho lidado com a impaciência, tenho estado tranquila e carinhosa, tenho deixado meu namoro sempre no primeiro patamar de importância, dividindo esse espaço apenas com minha família.
Tenho tentado, como sempre, me programar para tudo que pode acontecer antecipadamente.
Tentando programar o final de semana, o feriado, o fim de ano. Ninguém entende a minha necessidade de aproveitar o tempo, de querer fazer tudo que eu planejei e sonhei. As pessoas dizem: como você é apressada, estressada, pra quê ver isso agora? Eu não consigo entender como elas NÃO me entendem.
Se vc não se planeja durante a semana, na sexta ou no sábado vc perderá horas decidindo. Quando vê já é de tarde ou até noite e não tem nada para fazer. Você perdeu um dia inteiro que esperou a semana toda para chegar, fazendo NADA. O mesmo digo do domingo e do feriado.
Em janeiro as pessoas costumam marcar todos os feriados do ano no calendário... se vc não tem algo legal para fazer neles, pq a ansiedade para que os mesmos cheguem? Vocês dizem que sou neurótica, mas pra mim maluco é quem desperdiça tempo e risadas. Bons momentos não se fazem sozinhos, boas lembranças tbm não.


Tenho uma agenda. Nela anoto tudo, programo meu tempo.
Tenho que ir ao banco dia X de manhã. A tarde tenho que fazer o exercício da matéria Y que é para amanhã.
Quero comprar um jatinho, vou olhar vários jatinhos, andar em todos, discutir preços... afinal, um jatinho não é uma caneta. Eu vou comprar o melhor jatinho pra mim, o jatinho que me atender. E isso... isso gasta tempo. Tira a paciência, cansa. Mas tá tudo na agenda, eu vou correr atrás, me organizar e vai dar certo.
E mesmo com minha agenda, minhas planilhas, meu esforço, dedicação, loucura... tá foda.
Porque a danada da TPM, chegou.

E tudo me dói, palavras vêm como golpes, indiretas como chutes, ignoradas como FATALITY.
Coração apertado, carente de atenção dos amigos, do namorado, da mãe, até da sua gata que costumava deitar com você e hoje nem veio dizer um miau sequer,
Tô comendo tudo que não pode, não quero me exercitar, só quero ficar deitada, com quarto escuro e ficar triste pq ngm repara que hoje... é um mau dia pra mim.

Que fase hein?