12 de dez de 2011

Ele não desiste de você, Ele se importa com você
Ele compreende o seu caminhar, nunca vi um amor tão grande assim
Ele não desiste

Minhas barreiras parecem tão grandes.
Meus problemas são tão sufocantes.
Minha agonia me domina e faz sentir-me incapaz.
Sei que posso, mas e se der errado?
Sei que consigo, mas se na hora eu falhar?
Sei que sou capaz, mas se eu não conseguir?

Me dê forças, me dê capacidade, me dê confiança, me tire a ansiedade e o medo.
Não desista de mim, por favor.
Acredite.

9 de dez de 2011

Conversas de buteco

Em uma dessas conversas de buteco, me peguei falando coisas que realmente acontecem comigo e eu ainda não tinha dado conta.
Estranho não é? Mas foi depois de uns bons "papo vai, papo vem" que consegui perceber muita coisa a meu respeito que não sabia.
Amigos, aqueles que já chamei de melhor, que já chamei de irmão, que já me meti em confusão por ele e que disse estar comigo até o fim... esses mesmos amigos faz anos que não vejo e nem tenho notícia.
Fui atrás, procurei reatar os laços que nos ligavam... mas infelizmente, amizade não se constrói só.
Alguns posso dizer, dou a cara a bater até hoje e se precisarem de mim a qualquer momento, estarei disponível.
Quebrei a cara com muitos, creio que ainda vou quebrar com tantos outros... mas faz parte. Só assim damos valor aos que ficaram e estão ao nosso lado para o que der e vier.
É fácil escrever isso, duro é admitir que muitos que prometem ser amigos leais e companheiros serão os primeiros a te virarem as costas quando você precisar.

Outra coisa que percebi, é que sou muito medrosa.
Tenho medo de falhar, medo de meus planos não darem certo, medo de ser criticada.
Medo de ouvir um: eu te avisei. Medo de ouvir um: agora, se vira sozinha. Medo de ouvir um: desisti de você.
É, muitos dizem que sou corajosa mas porque não me conhecem direito.
Eu assumo, DISSO ao menos não tenho medo... de assumir que sou sim medrosa.
Tenho medo do que o amanhã me reserva, peço a Deus todos os dias para estar ao meu lado em cada ocasião.
Tenho medo dEle desistir de mim... peço perdão todos os dias, ás vezes pelos mesmos pecados que cometo no dia seguinte. Será mesmo que Ele é misericordioso a esse ponto? Creio na Sua palavra e se lá diz isso, acredito.
Mas ainda assim, descobri que o meu medo é um só: o de falhar.
E é isso o porque de achar que tenho medo de tudo, porque nada nessa vida garante nossa vitória... por isso tenho tanto medo.



E mais uma coisa que percebi nessas conversas de buteco: a felicidade de quem amamos, é com certeza boa parte da felicidade que temos.
É tão bom, mas tãooooooooooooooooooooo bom ver quem a gente gosta estar feliz, com um baita sorriso no rosto e cheio de motivos para continuar assim, não é mesmo? Hoje percebi isso, quando vi minha irmã toda pomposa por descobrir o sexo do seu bebê. Vi o olhar dela e a boca, ambos sorriam lindamente e senti vontade de estar sorrindo com ela sempre. Meus amigos vêm me contando coisas boas, uns ingressaram na universidade, outros têm certeza que encontraram a cara metade, uns vão casar, outros vão viajar, outros não sabem de nada ainda mas são felizes... é muito bom ver isso tudo, acompanhar os momentos ruins e ver a volta por cima de todos eles.

Enfim... é bom escrever o que sinto.
É bom esclarecer o que passa na minha cabeça, é coisa demais para eu conseguir lidar sem expor.
E já que as palavras não saem da minha boca assim tão fácil, que saiam dos meus dedos para o teclado.

4 de dez de 2011

CIÚMES

Esse sentimento é condenado pela maioria das pessoas...
Dizem que é coisa de gente insegura, imatura, que não confia em seu par ou no seu taco.
É, pois estou aqui para me redimir... pois pensava exatamente assim.
PENSAVA.
Porque depois que sentimos, que entendemos como esse sentimento é.
Meu medo não foi traição, não foi perder atenção. Meu medo foi outro.
Foi perceber que talvez tudo o que sinto por aquela pessoa não seja o suficiente para deixá-la feliz.
Foi pensar que outra pessoa poderia aparecer e roubar de mim o que demorei tanto para conquistar.
Foi medo do que considero ser só meu, poder ser de outra pessoa.
Foi insegurança da minha parte? Também pode ser.
Não foi nada grande o suficiente para abalar o relacionamento ou o que sentimos um pelo outro.
Mas confesso, abalou a mim.

2 de dez de 2011

Isso é só uma questão de opinião!

Muitos enchem a boca para dizer: "não ligo para a opinião de ninguém, eu vivo minha vida da forma que achar melhor!" mas é mentira.
MENTIRA sim.
Não nos importamos com algo que um colega diz, que uma pessoa que mal te conhece diz... isso qualquer um é capaz de ignorar.
Impossível deixar de lado é o comentário de alguém que te conhece, ou que acha que conhece.
Impossível esquecer aquela queixa, aquela conversa em que ela (intencionalmente ou não) acabou com você, apontou todos os seus defeitos, questionou todas as suas qualidades e te deixou com a moral e auto-estima praticamente nulas.
Palavras magoam. Eu já fiz 7751451 textos sobre esse tema: o poder das palavras.
Mas para certas pessoas isso nunca vai fazer sentido.
Eu meço tudo que digo, pondero e amenizo o que acho que pode ser dito de forma mais branda.
Eu me calo quando acho necessário, eu falo demais ás vezes e depois peço perdão... mas tem gente que realmente, não sabe fazer isso.
E não é a vida, não são as pessoas com quem convive, não será nada disso que a fará mudar de atitude ou pensamento. Só o tempo é capaz disso, espero só que ele não demore demais.
Porque dói ouvir de alguém que amamos e tentamos sempre orgulhar que você não é capaz de fazer nada certo, que você vai falhar, que você não tem noção de nada, que depois você correrá para a barra da saia dessa pessoa e pedirá ajuda/colo.
Pois eu não sei você, mas eu sou MUITO orgulhosa.
Sei pedir perdão, mas isso SÓ e SOMENTE SÓ se eu estiver equivocada, o que sei que não estou.
Não vou correr para essa pessoa quando as 'coisas' derem errado. Quando a vida me derrubar, quando eu falhar em um sonho, quando meus planos não derem certo... eu vou levantar, eu vou tentar de novo, eu vou mudar de estratégia, eu vou persistir.
Vou contar com aqueles que não ficavam apenas criticando meus erros e me 'enfiando guela a baixo' soluções inúmeras e sim com aqueles que quando precisei me deram ombro, me deram ajuda, acreditaram em mim, me mostraram onde errava e seguiram comigo confiantes no meu sucesso, independente da minha escolha ter sido ou não favorável ao conselho deles.
Pare de me criticar, de comentar o que faço ou o que deveria fazer. Vai viver sua vida que ganha bem mais! Digo isso de coração, muita coisa está passando enquanto você está se importando com a minha vida.
Eu tenho um conceito diferente... de amigos, de família, de sonhos, de futuro, de esforço.
Esses conceitos se formaram com o tempo e eu acho que podem mudar, mas só com o tempo.
Não vai ser um dedo apontado pra mim que vai mudar minha opinião.


"Cada um em seu casulo, em sua direção 
Vendo de camarote a novela da vida alheia 
Sugerindo soluções, discutindo relações 
Bem certos que a verdade cabe na palma da mão 
Mas isso não é uma questão de opinião
 Mas isso não é uma questão de opinião
Isso é só uma questão de opinião!"