13 de abr de 2015

Velha menina

Faz tempos que não passo por aqui...
Tenho muito o que falar, se algo sair.
A vida fornece aprendizado para nós de diversas maneiras, alguns tapas que levamos dela nos faz aprender de maneira mais rígida, mais difícil. Levei um tapa desses há um tempo atrás, mas isso, além de aprendizado me gerou traumas...
Parei de escrever. Parei de ler. Coisas que amava e que me expressavam, relaxavam... simplesmente parei.
Não tenho paciência para livros mais. Sempre gostei de romances, mas agora acho tudo tolice demais, muita fantasia e pouca realidade. Leitura não me prende mais... estou treinando para talvez conseguir sentir prazer em ler um bom livro, mas por enquanto não tive sucesso.
E o pior: parei completamente de escrever. Não sabia mais expor em palavras o que sentia ou achava. Não saía mais que um parágrafo de palavras sem nexo...Perdi o dom? Perdi a fé nas palavras? Ou, só me fechei?
Sempre fui muito aberta á tudo... á novas opiniões, á novas amizades, me jogava por inteiro no que quer que fosse: amor, trabalho, estudos. Isso tem seus pontos positivos, mas os negativos me atingiram rapidamente.
Me fechei. De todas as formas.
Não escrevia, Não falava. Não conseguia desabafar, debater, conversar. Para mim, não fazia mais sentido me expor para todos vocês... que não ligam a mínima para isso.
Hoje decidi tentar de novo.
Tentar escrever, porque me abrir será um longo processo...
Os mais próximos a mim sentiram a diferença do antes e depois. Muitos me disseram para voltar.
Sentiram falta do sorriso que sempre carregava, da esperança de dar certo no final, da criança boba que habitava em mim, essa que tinha fé nas pessoas e na vida.
Também sinto falta, mas algo em mim mudou depois de tudo isso... E não sei se seria capaz de voltar a ser aquela mesma garota.
Deixe o tempo dizer...