30 de out de 2010

TPM

Tudo Pra Merda



Dá vontade de mandar TUDO PRA MERDA quando se está nesses dias.
Há algum tempo tenho sentido muito isso.
TPM nunca me atacou tanto... sempre passava por ela como quem passava por qualquer outro dia normal.
Mas ultimamente...
É, ultimamente anda TENSO.
Tenho vontade de mandar todo mundo passear, se alguém me irrita tenho vontade de dar uma voadora, se alguém me contraria tenho vontade de fazer ela evaporar, se alguém grita perto de mim tenho vontade de fuzilá-la com os olhos, se alguém pisa no meu pé tenho vontade de mandá-la pro Japão num soco e se qualquer coisa sai do meu controle tenho ódio mortal de mim pra sempre.
Não sentia cólica.
É, não SENTIA.
Mês passado me veio uma dor sobrenatural, é sério... aquilo dói muito.
Graças a Deus não voltou, AINDA.
Sempre senti uma dor nas pernas, como se eu tivesse andado muito e só.
Agora, cólica?
Homens de plantão, como eu não sinto eu entendia o quão bom é a vida de vocês.
Porém, quando senti um pouquinho do que a maioria das mulheres passam todo mês... PUT'z, vi como mulher é guerreira!
Dói muito meus queridos homens, muito mesmo.

Pensa em alguém chutando seu aparelho reprodutor várias vezes com força.
É pior.

Fora o quanto a TPM não te afeta psicologicamente falando né!?
Te deixa paranóica: todos estão conspirando contra você.
Te deixa nervosa: um mosquito voando é motivo de lançar bombas atômicas.
Te deixa depressiva: como ninguém gosta de você nesses dias, você se sente sozinha e completamente autista.
Te deixa carente: uma barra de chocolate por hora é pouco pra mim.
Te deixa CHATA: como eu tô agora.

Te deixa idiota o suficiente pra escrever essas merdas no seu blog.
É, pois é.

O engraçado é que eu vou ler isso aqui daqui a uns dias e eu vou rir muito.
Tipo, freneticamente.
HAHAHAHAH

OMG, vai entender!

28 de out de 2010

Legião Urbana, urbanos em legião

Eu deixo a onde me acertar e o vento vai levando tudo embora ♪
Legião Urbana



Me sinto incrivelmente dona de mim mesma quando estou num litoral.
Ver a linha do horizonte, não ver o final da imensidão daquele oceano.
Sentir o vento mostrando o quanto você é livre.
Sentir a maresia a refrescar os pensamentos e as idéias.
Sentir o sol esquentar a pele e render dinheiro aos vendedores de água de côco.
Sentir a onda carregar tudo e te lavar de tudo o que não valia a pena.

Não é morar ou não num litoral. A questão não é essa.
É tê-lo dentro de você.
É não morrer de estudar, é não se matar de trabalhar e no final ver que não tem nenhum propósito isso tudo.
É viver, além de conviver e sobreviver.
Hoje somos urbanos. Urbanos em legião.
Aproveitamos os shoppings, as lojas de conveniência, os carros, a internet, os video-games.
Aproveitamos, usamos e abusamos da futilidade, da sobrecarga, do stress e do tempo que passa rápido e quando se vê: passou.

Não somos como a Legião Urbana, banda consagrada e que canta, toca e e encanta com suas canções e  letras conselheiras. Antes fôssemos.
Somos cegos em meio a um tiroteio.

Somos Fortaleza e vivemos Minas Gerais.
Somos vento no litoral e vivemos fumaça de fábricas.
Somos ondas de mar e vivemos piscinas em cloro.
Somos sol e vivemos chuva ácida.

Litoral, rural, urbana que seja.
Mas viva, não sobreviva.
Legião de seres vivos. Legião de vivos.

Qual o segredo?

"Escrever é fácil. Você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca idéias"

Pablo Neruda

Ah, Pablo Neruda!


Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.


 ____________________________________________________________________________
Seja o melhor, no que quer que seja.

Assisti um filme sobre esse poeta Pablo Neruda, chamado "O carteiro e o poeta" esses dias.
Esse filme é muito interessante com um final espetacular. Te traz conhecimento sobre metáforas, comunismo, guerras e poesia.
Pablo Neruda era sem dúvida nenhuma, um poeta incrível que na sua época e até mesmo hoje, faz um sucesso fora do comum. Chegou a ganhar vários prêmios como o Nobel de Literatura.
Depois de ver o filme fiquei louca para encontrar algum livro de poesia dele ou então alguma biografia, mas até agora nada. Encontrei algumas poesias na internet e uma delas é essa aí de cima que diz tudo em poucas linhas.

Ah, esse Pablo Neruda me entenderia *-*

Sábias palavras

♪♫♪♫ Ha, se o mundo inteiro me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar, dizer o que aprendi
Que na vida a gente tem que entender
Que um nasce pra sofrer enquanto o outro ri
Mas quem sofre sempre tem que procurar
Pelo menos vir a achar, razão para viver
Ver na vida algum motivo pra sonhar,
Ter um sonho todo azul, azul da cor do mar ♪♫♪♫



Ah, se todos encontrassem a razão para viver
Ah, se todos tivessem um motivo pra sonhar




 Tim Maia

27 de out de 2010

Livros e Pefumes

Oi, seu pai tem boi!?


Esse gatinho na foto, não parece a Nina? *-*
Tá, isso não tem nada a ver com o post, voltando ao assunto...

Bem, hoje terminei o livro "O Caçador de Pipas" de Khaled Hosseini, que confesso não lembro o nome do autor sem pesquisar no google.
Pra ser sincera, eu só lembro o nome do autor de "A Cabana" de cor: William P. Young.
Paulo Coelho também, mas ele é brasileiro... se eu não lembrasse um nome tão 'comum' poderia me preocupar com essa amnésia que me persegue.
Mas isso não vem ao caso, o importante é que terminei o livro e ao contrário das críticas que escutei de alguns amigos... eu gostei.
Eu sou do contra? Não tenho UM amigo que gosta do Paulo Coelho e amo seus livros e suas estórias.
Todos os meus amigos que leram o Caçador de Pipas, criticaram o final do livro e eu achei bem interessante.
Sabe o que eu acho? As pessoas sempre esperam no final de um livro, ter o "felizes para sempre" tão clichê.
Não é porque se trata de um livro que é preciso que sua estória seja como nos filmes de romance: no final tudo dá certo e todos saem felizes.
Prefiro a realidade, sou mais a denotação que a DANADA da conotação.
Esse sentido que se dá, um amor idealizado e figurado é o que nos fazem esperar demais das pessoas, livros, músicas e amores... e no final nos decepcionarmos. Isso não te deixa ver que o errado nisso tudo é você.
Nem tudo nessa vida é mamão com açúcar, nem tudo são flores.
Rapadura é doce, mas não é mole não... não é o que dizem?
Quero ler tantos livros, estou com uns 3 emprestados, 1 ganhado e uns 2 comprados e ainda fico pegando livro novo na biblioteca, o que não me deixa terminar de ler os outros.
É como beber água, se eu não estiver lendo um livro eu fico desidratada.
Desidratada de conhecimento, imaginação, fascínio e curiosidade.
Mas eu entendi uma coisa hoje... eu terminei meu livro e fiquei pensando e pensando na história.
Aliás, pensando já em qual livro eu leria depois dele e percebi que o essencial estava passando aos meus olhos sem eu perceber.
Ler por ler, não refletir na estória, não tirar a moral daquilo, não entender a ironia por de trás das frases ou então o sentido daquele autor em escrever aquele livro... qual a real intenção de se ler então?
Só pra acrescentar mais um livro á sua listinha?
Eu estava lendo 3 livros ao mesmo tempo e não me dedicando completamente a nenhum deles, até perceber o real sentido da leitura que eu considero importante, única e incomparavelmente saborosa quando exercida corretamente.
É como um perfume. Quando se sente várias fragâncias, no final das contas não se sabe mais distinguir uma da outra e avaliar corretamente cada aroma.
O mesmo acontece com os livros... não se admira uma obra e sua grandeza sem a devida importância e individualidade.

Use e abuse.
Leia sem moderações, mas saboreie cada linha como se experimentasse caviar, sinta o aroma das páginas como se fosse o mais belo perfume e faça a denotação da história, a torne enfim real.
Materialize, se ponha no lugar do personagem, sinta as emoções que ele sentir, chore suas lágrimas e ria suas risadas.
Abuse e use.

Mas lembre-se: Muitos costumam provar muitas fragrâncias e isso atrapalha, porque a nossa memória olfativa se confunde muito e os odores também se misturam. Vários e vários perfumes.

Livros? Compare se puder ;)

25 de out de 2010

x.x

"E esse é o problema das pessoas que são sinceras: acham que todo mundo também é."



Tirei essa citação de um dos livros que estou lendo, "O Caçador de Pipas" de Khaled Hosseini.
Assim que li, me identifiquei.
Claro, ninguém é sincero sempre... as circunstâncias falam por si e nos fazem agir como manda o figurino e não como realmente deve ser.
Mas tenho certeza que você já quebrou a cara com alguém ou então, até mesmo sem intenção, fez alguém quebrar a cara com você.
Você, que sempre diz tudo o que acha ou então não diz justamente pra não causar nenhum conflito, no final acaba descobrindo que nuvem não é algodão doce, papai noel não entra pela chaminé, bebês não são trazidos por cegonhas e que coelhindo da páscoa nem sabe o que é chocolate.
Seu melhor amigo, talvez sempre fosse um lobo revestido com pele de cordeiro.
Você, inocente ou troxa, acreditou.
Ser e acreditar em pessoas sinceras, é um ótimo meio de se frustrar e perder a fé e confiança uns nos outros.
Pé atrás, minha mãe sempre me dizia que eu precisava ter um.
Pé atrás com as situações, com as verdadeiras intenções, com pessoas que aparentavam-se boas demais.
Só pra garantir que você não confiou plenamente e não se sentir uma completa idiota. Só uns 60% idiota né?

confiança... sinceridade... cordeiro... lobo

"Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo" (♪
E ainda assim, desconfie.

24 de out de 2010

A nossa magia

Tudo é possível ao que crê




Eu e minha irmã.
Pólos iguais, se repelem facilmente.
Mas é incrível a nossa força de união. Parece ter um pouco de cada pólo em nós.
Estamos com um projeto que tenho certeza que vai dar certo.
Em nossos corações, sentimos.
Vamos parar relógios. Vamos marcar um instante pra sempre. Vamos fazer lembrar a lágrima de emoção caída. Vamos fazer o sorriso da criança nunca ser esquecido. Vamos trazer sorrisos de nostalgia nos lábios de casais, vamos trazer gargalhadas para a turma de amigos daquela festa, vamos marcar a vida de todos.
Isso mesmo, vamos fotografar!
Estamos começando agora e faremos de tudo: books, festas de casamento, de aniversário, de bodas, festa de escolas, de formaturas, de coisas atoa! SUHASUHAUSA

Fotografaremos tudo, então...
se tudo é possível ao que crê, eu e ela seremos um sucesso, porque cremos nisso (:
É isso que amamos fazer, é isso que nos deixa feliz, que nos deixa empolgada, é isso que traz o sorriso.
Atrás das lentes, também há o sorriso, a lágrima de emoção, a nostalgia e as gargalhadas.
Atrás das lentes, o mundo é mágico!






Ediane Filgueiras e Alyane Baraky
Contato: (31) 9911-6786 e (31) 8536-9488

Ajude, alguém precisa

E se fosse você que precisasse?


Lista de necessidades - Novo Céu

* Fraldas geriátricas (tamanho M)
* Fraldas descartáveis (tamanhos M, G e XG)
* Luvas de procedimento (tamanho M)
* Gase estéril e não estéril
* Sacos para lixo (100 litros)
* Neston
* Mucilon, milho ou arroz

Contato: Nádia: 3368-6860

20 de out de 2010

procurando um caminho pra seguir, uma direção... respostas ♪

Porque é tão difícil dizer adeus?
Porque é tão difícil tornar o adeus uma realidade e não apenas uma palavra?
Porque é tão difícil me despedir pra sempre de você?
Porque você sempre volta?
Porque eu sempre deixo?


AH, por isso inteligente foi Luís Fernando Veríssimo quando disse:

" Quando penso que descobri todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas "

um ciclo vicioso


A gente briga e promete nunca mais falar um com o outro.
E a gente faz as pazes e promete nunca mais brigar de novo.

18 de out de 2010

porquê ninguém se contenta com presentes?

Final de semana, trabalho voluntário da igreja.
Visitamos a Instituição Novo Céu, que acolhe crianças com paralisia cerebral e deficiências físicas ou mentais.

Serra da Moeda ( com os amigos ) *-*


Um choque. Choque de realidade em qualquer um.
E recomendo.
Tenho muitos amigos que reclamam tanto comigo de suas vidas, que sinceramente!? Eu daria tudo para estarem ali comigo naquele dia.
Daria tudo para poder mostrar o quanto eles são abençoados e ainda conseguem ficar tristes e bravos com tão pouca coisa.
Porque tudo o que houver, não chega aos pés do que vi e senti.
Não poder virar na cama sozinho. Não poder falar nada. Ter os menbros inferiores e superiores defeituosos. Ter a visão parcialmente ou toda afetada. Não conseguir mastigar e receber todo o alimento por sondas.
Você tem uma vida perfeita.
Quando está passando por algum problema, ninguém pensa nisso.

NINGUÉM.

Estive na Serra da Moeda hoje com uns amigos. Um lugar perfeito, uma vista incrível, um momento mágico.
Íamos pular de parapent, mas estava ventando muito forte então tivemos que adiar o vôo.
Alguns amigos meus ficaram nervosos e chingaram até dizer que chega.
Parei e não conseguia pensar em outra coisa... eu precisava dizer e disse.
- POR ACASO, vocês pensaram que já estão ganhando um baita presente de estar aqui?
Vocês estão sentindo o vento bater no rosto, vocês estão conseguindo correr, pular e rolar na grama, vocês podem gritar e cantar, vocês podem ter toda essa sensação e ainda estão insatisfeitos.
Agora, vocês estão bravos e irritados, dizendo que perderam seu tempo vindo aqui.
Nesse exato momento, tem milhares de pessoas atrofiadas em leitos de hospitais que dariam TUDO para estarem aqui, no lugar de vocês, perdendo tempo.
Existem pessoas que dariam tudo por um momento como esse, de sentir a brisa, de correr pela serra, de gritar e cantar de alegria.

É meu querido, você ganha um presente a cada dia e a maioria das vezes nem o agradece, nem o aproveita.
Porque ninguém se contenta com presentes? Porque isso tudo ainda é pouco pra você?
Insatisfação com um presente tão perfeito. Não é culpa do que presenteia e sim do presenteado.
Dê valor ao seu presente,

                                          VIVA!

Quem não tem teto de vidro,

que atire a primeira pedra.

  

"Amarás o teu próximo como a ti mesmo"
Incrível como que na teoria tudo são flores, mas na prática os espinhos são os que prevalecem.
Se devemos amar o próximo como a nós mesmos, porque que quando o seu amigo falha, a única coisa que você faz é apontar o dedo e criticar?
Porque que quando alguém mais precisa, não pensamos em oferecer ajuda, mas quando precisamos a primeira coisa que fazemos é pedir socorro?
Você já pensou nisso?
Se por acaso alguém cai e se machuca, você ri. Já pensou que você tem as mesmas chances que ele de cair?
Se alguém perde o emprego e passa necessidades, você faz fofocas sobre ela e a critica por ter perdido o emprego. Já pensou que se você tem um emprego, você também corre o risco de ser demitido?
Você comenta sobre alguém doente, mas não o visita e nem faz nada a sua altura para que ele melhore. Você já pensou que se hoje está são, pode amanhã estar de cama?
Você já pensou que tudo isso pode acontecer com você também?

Não aponte o dedo, estenda a mão.

14 de out de 2010

Mais é claro que o sol


vai voltar amanhã ;)

não nasci pra te agradar (Y)


Agradar a todos: impossível.
Cansei de escutar aquela frase "Nem Jesus Cristo agradou a todos" e de fato é verdade.
Aquele que lutou pra você ser livre hoje, Aquele que deu sua vida pela nossa, Aquele que ressuscitou e te perdoa sempre por seus inúmeros pecados e ainda existem pessoas que não acreditam Nele ou o julgam, como se fossem áptos para isso.
Eu é que não agradarei a todos, já que nem o Maior de todos conseguiu.
São as melhores as minhas intenções e não quero magoar nem implicar com ninguém.
Sempre tento dar o melhor de mim, fazer o que posso e o que não posso, espero sempre me superar.
Não pelos outros, por mim. Gosto de mostrar sempre do que sou capaz, de me superar e saber que sou capaz de mais do que imaginava.
Mas cada um é cada um, todos têm seu jeito e sua versão de ver as coisas.
Se eu ouvir a história somente por um lado, não saberei o outro e meu julgamente será etc.
Se eu ouvir a outra história, mas não saber o que aconteceu com aquela, meu julgamente seria tal.
E o único que sabe sempre todas as histórias, de todos os lados, ângulos e versões é Deus, justo aquele que não consegue agradar a todos.
Não tem porque me magoar com o julgamento errado de terceiros, a minha consciência anda sempre de bem com a dona e é isso que importa.
Porque não sou obrigada a escutar a opinião de ninguém e a única que me interessa, me será dada no juízo final.


Impossível te agradar? Só lamento.
Porque eu sei que nasci por um único motivo:


" Se não for pra te adorar, para quê nasci? Se não for pra te servir, porquê estou aqui?" (♪



ps.: a coisa linda na foto, é a Nina minha gatinha (:
cute cute da mamãe!

Paulo Coelho


É um coelho mesmo, mas de bons livros!
Vai gerar tanto livro bom assim, lá em casa e de preferência na minha biblioteca!
Era apenas um nome pra mim. Ouvia e lia vários comentários sobre o autor, sobre os livros... mas nunca tinha parado pra ler nenhuma obra do mesmo.
" Um belo dia resolvi mudar " ♪ - e peguei um livro dele na biblioteca da escola.
O título me chamou a atenção, a capa e discrição me intrigaram.
"O vencedor está só" foi o livro que li.
Descobri que tudo o que já tinha escutado sobre tal autor, não chega aos pés do que de fato é.
Lendo uma obra dele, descobri ser fã antes mesmo de conhecê-lo.
Quero todos. Todos os livros que Paulo já escreveu, quero ler todos, quero dar minha opinião, quero elogiar ou criticar.
Tenho amigos que não lêem Paulo Coelho.
Ele é um mago, eu não vou ler algo que um bruxo escreveu.
Ora bolas... não julgue a capacidade de alguém por suas características.
É um escritor, sem dúvida alguma eu afirmo, excelente e suas obras são dignas de aplausos!
Sua inteligência e capacidade para criar um livro que prenda a atenção do leitor o tempo inteiro é incontestável.
Então, antes de julgá-lo... leia!
Sou fã de tudo o que ele escreve. Não venha me julgar... eu amo ler! Amo descobrir mundos e estórias novas e é isso que Paulo faz que seu leitor seja: um detetive pronto a desvendar os segredos que apareçam.

QUERO LER TUDO! =)
quem tiver algum livro dele e quiser me presentear, emprestar, alugar... tô aqui para contato HAHAHAH'
beijos e queijos =*

dedo podre

 Queria dizer que inauguraria o término da minha fase depressão no blog com um post de algo SUPER alegre.
SHAUSHAUSHAUS'
ok, não vou.
Quem sabe o próximo? :D
Mas é que estou chateada. Chateada comigo mesma.
Algumas coisas que aconteceram, me mostraram que eu não tenho a maturidade que pensava ter.
Podem achar arrogância, mas nem é.
Eu não vou dizer que sou uma pessoa hiper experiente e que sabe tudo da vida porque estaria mentindo... ainda tenho muito o que viver e aprender.
Mas também não sou nenhuma criança ou pré-adolescente que só pensa em coisas fúteis, festinhas, bebidas, sexo e micaretas.
Sei que em qualquer rodinha de amigos que eu entre, terei assunto com eles pois sei debater sobre todos com muita clareza.
Tenho minha opinião, conceitos e caráter muito bem formados e sempre postos á prova. Sei lidar com meus problemas, meus dilemas e consigo geralmente encontrar uma solução sem muito alarde.
Mas tenho um sério problema: deposito muita confiança nas pessoas erradas.
E tenho consciência do meu erro, mas continuo o cometendo.
Acho sempre que por um olhar, por uma palavra, por um sentimento, alguém consegue demonstrar o que é.
Eu sou assim, meu jeito é esse e essa sou eu.
Sempre erro, sempre falho nos meus julgamentos.
Criança, infantil.
Ele é, eu sou.
Ele de fingir ser quem não é, eu de ter acreditado e ter sido sempre eu mesma.
Não é nada daquilo que pensei e se pensa que me magoou, está enganado.
Estou magoada, mas comigo. Porque de novo, apontei e escolhi a pessoa errada.
Era igual, senão pior a todos os outros.
Aparentaava uma idade, mostrava ser alguém maduro e sincero.
Me mostrou uma identidade falsa, se mostrou inconsequente e ambíguo.
Dedo podre. Eu tenho um dedo podre pra escolher amigos e amores.
Eu não canso de falhar. Alguém existe e eu sei, alguém que mostra o que é.
Sem máscara, sem mentira, sem imaturidade.

"Cresça, independente do que aconteça" ♫
Que ao menos eu tenha passado pela sua vida e te passado algo de bom.
Que a minha (i)maturidade possa ter te deixado uma lembrança boa...
Que isso tudo se acrescente na minha bagagem como aprendizado e nada mais.

As mágoas da minha vida são como nuvens carregadas... podem até derramar alguma chuva, mas logo cessarão.
Espera que o sol já vem.

deprê show

Não gosto de ler a maioria dos meus textos.
Quando leio meu blog tenho vontade de me afogar num copinho de guaraná. ( eu gosto mais de guaraná do que coca )
Entre 10 posts meus, 8 são de momentos tristes ou amores que não deram certo e me trouxeram decepção.
AH, socorro!
Minha vida não é assim tão triste e nem sou uma pessoa amargurada, complexada ou então egocêntria ( tudo dá errado comigo! ) NÃOOOOOOOOOO.
E nem é essa a imagem que quero passar!
Claro, tudo o que escrevo aqui é o que sinto, me sinto até exposta demais pois só congiso demonstrar tudo isso através das palavras aqui escritas.
Ninguém que conversa comigo uns 10 minutos, fala que escrevo textos tão depressivos.
Vou parar com esse show! Até porque, claro que tenho meus problemas, decepções e etc... mas quem não tem!?
Eu tenho uma vida abençoada, com uma família linda, com amigos verdadeiros, com momentos inesquecíveis, tenho Deus na minha vida e sou feliz até sem motivo SUAHUSHAUSHAS'
Rio com facilidade, amo piadas sem graça, o humor me cativa, pessoas simpáticas me encantam.
Quando estou triste, demonstro felicidade.
Quando estou feliz, demonstro mais ainda!
Ninguém tem NADA a ver com o que acontece ou deixa de acontecer comigo.
NINGUÉM precisa ficar triste ou conviver com a minha tristeza, porque algo não está bem pra mim.
O problema é meu, cedo ou tarde eu resolverei ele e sei que tudo vai dar certo no final.
Esperançosa? Não, crente. Crente que tudo que me acontece tem um propósito e que Ele sabe o que faz.
Chega, agora aqui terão meus momentos tristes (claro) porque me ajudam a refletir em muita coisa, embora possa não parecer.
Não choro, não fico triste lendo nada disso. Eu aprendo cada vez que eu leio o que eu escrevi, relembro o que senti e gravo o que aconteceu para não cometer o mesmo erro mais tarde, ou cometer não sei.
Novos tempos da metamorfose.

(y)

12 de out de 2010

~ quero ouvir de você



Passaram-se anos. Você mudou, eu também. Você cresceu, mas continua com aquele rosto delicado e aquele olhar que mesmo tão inocente, me desconcerta. Eu cresci, mas continuo com aquela cara de criança sapeca e um sorriso que não consegue se esconder quanto te vê.
Quem nunca teve um amor escolar? É, desses de ensino fundamental que você se lembra até hoje. Uns se arrependem de não ter dito nada, sabe-se lá se era o amor de sua vida?
Lembro de quando te via chegar na sala, com seu jeito marrento e meio superior, mas que me fascinava. Lembro como meu coração acelerava, minhas mãos suavam e meu olhar não conseguia desviar do seu.
 Três anos foram assim, ou dois e alguma coisa. Você saiu da escola, me acostumei com sua ausência. Ainda te encontrava uma vez ou outra, te via passando na rua da minha casa pela minha janela e os sintomas voltavam. Logo depois me batia aquele choque de realidade: pára, nada vai acontecer.
Um carnaval antes da minha partida, partida essa que não esperávamos. Nem eu nem você.
Seria uma boa pergunta... o que faríamos se soubéssemos que talvez não nos encontraríamos mais? É, pergunta sem resposta.
Carnaval, música, carros alegóricos, pessoas seminuas. Isso nunca me agradou muito, confesso.
Mas o que tinha naquela cidade pequena que desse algum movimento nas nossas vidas paradas e monótonas? Se só tinha isso, vai isso mesmo.
Eu e mais uma amiga, você e mais um amigo. Lembro que todos foram por lados diferentes, te vi no começo da festa e te perdi de vista. Hora de ir embora, já estava tarde e moça decente tem que estar em casa antes da meia noite.
Você aparece e um pouco alterado. É, pra ter coragem de falar comigo você deve ter bebido todas mesmo. Segura minha mão e diz pra esperar um pouco. Eu te olho nos olhos e espero ouvir alguma coisa que valesse a pena eu estar ali parada escutando alguém um tanto quanto NADA lúcido.
Ele: - Eu sempre gostei de você, eu não tinha coragem de falar. Eu fui um idiota eu sei, mas é porque com você é diferente... eu não consigo explicar.
Mari: - Ly, sua mãe vai brigar... é melhor a gente correr.
Eu: - Fala, o que você quer falar? Depois de tanto tempo, você começou a gostar de mim do nada!?
Ele: - Não né, eu já gostava. Só não consegui falar! Você não tem idéia do quanto eu bebi pra criar coragem de falar alguma coisa agora.
Eu: - Tô tendo uma noção agora.
Mari: - Ly, sua mãe vai chingar a gente!
Eu: - Eu sei Mari, espera já to indo.
Ele: - Olha, vai... depois eu converso direito com você e lúcido tá?
Eu: - Tem certeza? Ok, você que sabe.
Voltei pra casa comentando com a Mari: - Ele não vai me falar nada depois, deixou passar a tal ‘oportunidade’. E eu ainda sentia todo aquele coração acelerado, mãos suadas e borboletinhas no estômago quando falava com você.  Eu estava mais madura, mas no sentimento não se mudou grandes coisas.
Não te vi mais. Me mudei de cidade e perdi todo o contato que já tive com você. Passaram-se mais três anos. É algo periódico ou os 3 anos nos perseguem hein? É, você conheceu outras pessoas e deve ter se apaixonado. Eu conheci alguém e posso dizer que amei. Nunca consegui distinguir o sentimento que tinha por você. Amor, ódio, amizade sei lá! Não consigo nomeá-lo até hoje, embora tanta coisa já tenha acontecido.
Eu volto á minha antiga cidade, são férias de dezembro. Eu estou com aquele, aquele garoto que eu amei. Vocês, por ironia do destino são melhores amigos.
POXA VIDA, que beleza não? Te vejo sentado na mesa do bar com ele e fico paralizada.
Sério, senti a câmera lenta dos filmes naquele momento. Você cresceu e muito. Ficou mais bonito até. Sua reação ao me ver ao lado do seu melhor amigo, foi a mesma que eu ver você melhor amigo do meu ‘amor’. Naquela mesa, conversa vai e conversa vem. Impossível não notar as encaradas de um pro outro. Fui embora, me despedi de você estranhamente.
O telefone tocou, você tentou falar uma coisa e outra... mas como sempre algo dá errado e você e seu melhor amigo discutem , seu melhor amigo e eu também.
Voltei pra minha cidade e não voltei mais naquele interior desde então. Meu amor não era amor e agora estou só. Seu amigo não era seu amigo e agora você está só? Talvez... quem sabe.  Não te vi mais, como num relapso, num flash de cena do filme. Passou, já era.
Você ressurge, das cinzas do meu MSN e diz que sentiu saudade hoje.
Como assim!? Eu ainda te tenho adicionado? oÕ
Algumas palavras tentam ser ditas de novo e nada sai.
Você me manda algumas músicas, consigo entender parte do que você sente... mas ainda é pouco.
São apenas canções e preciso ouvir da sua boca. Tanto tempo passou, tantas oportunidades.
Se você voltasse atrás, faria algo diferente?


Ele: - O que vai mudar se eu disser alguma coisa agora?
Eu: - Você não vai saber, se não arriscar.

Técnico em corações


 Inteligentes são os humanos que criaram a roda, depois descobriram o fogo, construíram casas e cidades, inventaram máquinas que gelam, esquentam, transmitem sons e imagens, criaram robôs e uma rede capaz de interligar pessoas em qualquer lugar do mundo, criaram conceitos e opiniões.
Não, inteligente foi Deus que criou o mecanismo do coração. Coração esse, que foi  e é motivo de perturbação para estudiosos e intelectuais que tentam através de artes, poesias e canções transmitirem algo que se passa dentro dele. Estes morreram e até hoje morrem frustrados, sempre na expectativa que um dia conseguirão explicar aos outros ou a si mesmo, a magnitude do amor.
Nessa máquina, o único que opera é Deus. Antes tivéssemos algum controle sobre ela! Decidir sofrer ou não, se apaixonar ou não. Consertar o que houver de errado, trocar um sentimento por outro. Os planos de Deus são bem maiores do que pensamos e ele sabe o que deve fazer com o seu coração para que seus objetivos se concretizem.
 O maquinário está em boas mãos. A quem mais eu confiaria o meu amor, senão ao técnico dos técnicos? Somente á Ele mesmo.  Não se considere inteligente o suficiente para explicar o que é o amor e quais são os mistérios do coração, apenas espere a máquina funcionar e verá que tolo foi aquele que acreditou haver uma explicação lógica para o mecanismo do coração.

7 de out de 2010



Hoje eu quebrei meu guarda roupas.
Numa atitude idiota e impulsiva, subi na prateleira dele pra ver o que havia em cima.
Claro que aquela prateleira não iria aguentar 63kg em cima dela e quebrou.
Resultado? Todos os meus sapatos estão caídos num canto do meu quarto agora.
E minha mãe AINDA não descobriu, mas amanhã escutarei no mínimo 1h de sermão.
Sermão que de fato, tem que ser dado. Tenho que concordar que fui uma completa imbecil em quebrar aquilo e ainda sem nenhum propósito louvável. Não tinha nada de interessante em cima do guarda roupas.

Ok, o que isso muda na vida de alguém?
Na sua talvez nada meu jovem, mas na minha mudou.
Como eu sou uma pessoa viajada, quero dizer, filosófica, eu tirei uma mensagem disso tudo para minha vida.
Impulsividade. Sim, em alguns casos ela é ótima. Ela que te impulsiona a fazer as coisas que, se você para demais pra pensar, não vai fazer e vai morrer na vontade.
Mas sim, ela também é a responsável por 80% das *com o perdão da palavra* cagadas que você faz na vida.
Se você não tiver um propósito, se não tiver um plano ou um objetivo que queira mesmo alcançar, você vai atirar para todos os lados e com certeza acertará algo. ( Subindo no guarda roupas para pegar não sei o quê )
Você vai ser uma bala perdida. E convenhamos que uma bala perdida, aonde quer que ela caia, faz um estrago danado e pode estragar vidas. É, alguém sem objetivo é uma bala perdida. E o pior que a bala, na maioria dos casos, volta para o próprio atirador.
E sim, você terá consequências. ( Meu guarda roupas quebrou e eu fiquei sem lugar para sapatos )

Você terá que ouvir de todos: eu te avisei.
Você vai ser o errado. Sua mãe te abençoou, seu pai te ensinou o que fazer, seus professores te deram as dicas e os amigos ensinaram as manhas. Você não o fez porque quis. O erro foi seu meu caro. Agora, aceite as consequências. ( Sermão da minha mãe amanhã )

No final, cada detalhe, cada instante, cada circunstância nessa sua vida é aprendizado.
Retire dele o que puder e não seja impulsivo demais.
Os sábios desconhecem essa palavra e a sabedoria a conhece, e mantém distância.

É bem mais complexo do que palavras

Não consigo falar.
Meu sentimentos parecem muralhas tão altas que nada e ninguém consegue alcançá-los, nem mesmo consegue enxergar seu topo.
Eu tento, eu pulo, eu escalo... já cheguei tão perto e a corda arrebentou.
Voltei á estaca zero e todo o esforço foi em vão.
Pareço uma fortaleza impenetrável. Um casulo no qual todos que tentam entrar com todas as forças, eu os expulso com forças proporcionais ou maiores até.

Guardo sentimentos, recordações, mágoas aqui dentro.
Guardo segredos, futilidades, lembranças. Guardo meus receios e desejos.
Guardo o tesouro.
Protejo ele como uma mãe protege seus filhos, como uma ave protege seu ninho.
Nem eu sei o que guardo lá. De tão secreto, não o abro.

Tento escalar a muralha, tento encontrar o baú do tesouro.
Não consigo um, não consigo outro.
Não consigo mostrar o mapa, não consigo decifrar o código, não consigo pedir ajuda e nem gritar por socorro.

"Você não se abre, você é misteriosa demais."
Dói escutar, dói saber a verdade.
Mas dói em você, saber que não consigo falar?
Dói por acaso saber que as palavras se escondem diante do meu mistério? Que me sinto solitária por não conseguir compartilhar com ninguém o que se passa dentro de mim?

Não, não dói. Você está do outro lado do muro. Você vive sua vida e na sua não há obstáculos tão grandes e nem nada que te impeça de se abrir.
Não se preocupe comigo. Não é que meu mistério seja maior que o seu ou meu tesouro seja mais valioso.
Eu só não gosto de nada que seja fácil demais, que seja dado de maõs beijadas.
Eu aceito os desafios Encará-los me dá o ânimo que preciso para entender o valor real do meu tesouro quando o encontrar.

Não me julgue por não ser igual. Carrego a verdade aqui no olhar ♪

Você só não entende o que meus olhos querem te dizer, mas eles dizem a verdade.
Não. Não me culpe por isso.
Se fosse escolha, eu escolheria.

4 de out de 2010

amor extravagante



Quando se ama verdadeiramente, tudo é intenso, é mais forte, é maior.
O abraço é o mais sincero, o olhar mais impactante, o sorriso mais caloroso, o beijo mais ardente, as carícias mais picantes, as palavras mais verdadeiras, o eu te amo mais importante.
Cada momento é único, cada sensação é saboreada de uma forma diferente.
O tempo não importa. Os minutos e segundos parecem correr e quando se vê, já foram.
Porém, tudo aquilo que aconteceu foi tão forte que parecem ter sido anos e anos de um amor excepcional e eterno.

Decidi me afastar. O amor me fez feliz, mas o ciúme e medo de perder me sufocaram.
Sou livre demais para me prender a um egoísta. Livre demais para pertencer a alguém senão a mim.

Agora tudo parece pouco. Pra mim, tudo é mixaria.
Procuro em todas as paixões e romances breves da minha vida, aquele amor intenso ao qual me apresentaram.
Procuro um abraço mais forte, um olhar penetrante, um sorriso que me faça mais feliz, um beijo que me acenda, carinhos que me acalmem o coração, palavras que sejam música para meus ouvidos e um eu te amo que reflita sinceridade.
Qualquer abraço, qualquer beijo... pra mim é miséria. É muito pouco.
O amor é abundância, é exagero.
É mais amor, é mais paixão, é mais verdadeiro, é mais intenso.
O amor que eu procuro em todos as paqueras, romances e lances. Aquele que me fez sentir a mulher mais amada do mundo. Aquele de antes.

Acabei sozinha, frustrada na minha procura dessa tal extravagância do meu amor.
Quero exagero, quero intensidade, quero bem mais. "Eu quero sempre mais" ♫
Sou extravagante demais pro meu gosto. Acho que até mais do que a própria palavra.


"Exagerado, jogado aos seus pés eu sou mesmo exagerado... adoro um amor inventado" ♪
Esse tal amor extravagante que tanto procuro, será invenção?

2 de out de 2010

Concretiza-se.

"Tenho em mim todos os sonhos do mundo" - Fernando Pessoa



E tenho pra mim, que irei realizá-los.
Ninguém acreditará em uma pessoa que não crê no próprio potencial.
Eu acredito no meu. Acredito que sou capaz de muito mais do que possam achar que sou.
Meus limites, eu mesma desconheço.
Quem pode falar que não consigo algo? Ninguém.
Nunca me viram em ação, nunca me viram desejar algo tanto quanto agora.
Desacredite, desestimule, desdenhe.
Pois comigo é mais acima. Acima das críticas, das invejas e das desconfianças.
Os meus sonhos, que não são poucos, irão se realizar.

Se só depende de mim, porque não vou acreditar?

E quando eu voltar, completamente feliz e e realizada quero ouvir sair da sua boca, além do doce sabor da inveja:
- Não é que você conseguiu?

;)

Frases clichês verídicas

Aquelas, que você cansa de escutar dos pais, dos amigos, do namorado e inimigos, mas que sabe que são verdadeiras.

Suas atitudes falam por você.
Suas decisões de hoje, afetarão o seu amanhã.
Você fica louca pra completar os 18, mas depois disso quer retroceder.
Você não vai considerar a política algo importante, até você mesmo pagar suas contas e com elas, seus impostos.
Você não vai se preocupar com o meio ambiente, até abrir a janela do seu quarto e respirar fumaça.
Você diz não acreditar em Deus, mas quando a situação tá feia, você grita por socorro.
A aparência importa sim, na hora de uma entrevista de emprego.
O verdadeiro amigo não é aquele que enxuga suas lágrimas, e sim aquele que não as deixa cair.
Quem inventou a saudade, não sabia o quanto dóia.
As pessoas mais legais, moram longe.
Se você tem um sonho, muitos irão te desestimular. Quando você o alcançar, os mesmos virão te parabenizar.
Falsidade existe e te rodeia.
Decepção não mata, ensina a viver.
Quando não há mais esperança, não há mais nada.
Amigos são anjos sem asas.
Mamonas são eternos.
Elvis não morreu. Michael Jackson também não.
O amor é como uma borboleta. Não corra atrás dela que ela pousará em seus ombros.
Nunca deixe de sorrir, pois não encontrará quem vai sorrir por ti.

:D