18 de abr de 2011

Salário e Amores

Não consigo entender isso de traição.
Pra mim, quem trai não ama e ponto final.

Não sou nenhuma songamonga e sei que existem várias provações, oportunidades que criam o ladrão e essas coisas... mas isso não justifica.

Vamos ás comparações:
Você tem um bom emprego e sempre vão surgir motivos para largar ele e assumir uma proposta melhor, mas ela pode ser uma furada, então você prefere o que já é garantido não é?
É a mesma coisa num relacionamento. Aparecerão diversas oportunidades e seu namoro vai parecer menos atrativo do que elas, mas aí você vai pensar no que mais compensa, no que você perderá e ganhará com essas atitudes e acaba decidindo. Pelo certo ou pelo errado, mas decide.
Ou não decide e prefere ambas. Aí sim surge a vilã da história: infidelidade.

É como se você não perdesse o emprego e fizesse uns bicos por fora, dinheiro extra e ainda o salário fixo ali todo mês.
Sei que é tosca minha comparação, mas você não pode negar que faz total sentido.
Amor, compreensão, carinho ali, fixos todo mês e um bônus de uma, duas ou mais garotas(os).
Qual a graça? AH, o lucro.
Você está ganhando nisso tudo, o que tem a perder? Vamos ver.

Próxima comparação tosca: você descobre que seu chefe rouba um pouco do seu salário todo mês. Você descobre ser enganado e que poderia estar ganhando bem mais.
É, meu caro. Você descobre uma traição. Aquilo que você costumava tanto fazer, aconteceu com você.
Aquela sua companheira ou companheiro que você acreditava ser sua/seu por inteiro, era divido com outros. E agora? Quem lucra e quem fica no prejuízo?

Um relacionamento é isso. É um emprego vitalício.
É trabalhar para o bem de ambos, é ganhar aquilo que se dá.
É dar confiança, amor, respeito, compreensão, carinho.
É receber tudo isso de volta.
É se esforçar, se dedicar.
É ser feliz, é ser completo.


É trabalhar e ganhar por isso.
É amar e ser amado por isso.

Excessões? Existem, claro.
E essas sim... essas não são amor.

13 de abr de 2011

Acredita, Ele é a vida! ♪


“Para aquele que crê, nenhuma prova é necessária. Para aquele que não crê, toda prova é inútil.”
Ateus criticam tanto aqueles cristãos fervorosos que dizem: creio e ponto final.
Porquê então não se auto-criticam?
Porque não crêem?
Por que não e ponto final?
De nada adianta eu te apresentar fatos e te comprovar teses da existência de Deus e da sua palavra se você não acredita e se for cabeça dura, pior ainda.
De nada adianta eu te dar ‘n’ dicas e mostrar detalhes que comprovam falhas na bíblia sagrada, se você crê que ela é verdade absoluta.
Fé é inexplicável. Ou se sente, ou não.
Fé é extremo. Ou se acredita, ou se duvida.
Não há como ter plena certeza que o que você acredita é a verdade.
E se durante toda uma vida, você creu numa mentira?
E se durante todo esse tempo, você negou ao seu Deus e agora não há mais saída?
Arque com as conseqüências de sua escolha. Ouça os conselhos, mas não siga logo de cara. Ouça também seu coração.
Ver com os olhos da fé. Um dia desses alguém me disse algo parecido.
Simplesmente acreditar.
Ou apenas duvidar.
Duvidar de tudo que eu digo, duvidar de tudo que está escrito na bíblia, duvidar do que você sente, duvidar de milagres, duvidar da fé, duvidar de Deus.
Ele tem fé em você. Ele acredita e não precisa de provas. Não é necessário, Ele te ama e ponto final.


Não quero te apresentar provas. Não quero te convencer.
Eu só creio.
Creio que minhas palavras vão te tocar, creio que quem fala aqui não é apenas a Alyane, mas o Espírito Santo através de mim.
Creio que Ele tem algo preparado pra você.
Creio que no fundo, você crê.
ACREDITE!

12 de abr de 2011

Não, não é um assunto clichê

Olá queridos internautas que não sei porque cargas d'água pararam para ler o meu blog hoje!
Bem, minha cabeça funciona mais rápido do que meus dedos conseguem digitar e as idéias vão saltando pro post não necessariamente na ordem em que penso, mas espero conseguir passar o que acho.
Não é um assunto clichê. Não estou escrevendo sobre isso só porque em TODO lugar você vê alguma matéria ou comentário desse assunto. NÃO.
Só estou escrevendo sobre isso pra mostrar minha percepção, meu ponto de vista.

Tragédia no RIO DE JANEIRO.

Um cara (que uns dizem ser um fanático religioso, outros dizem ser um psicopata, outros dizem ser um doente mental que sofreu bullyng quando criança, outros dizem que por ser aidético ele queria matar e morrer Oõ e assim vai...) matou 13 crianças com vários tiros numa escola pública e ainda deixou outras diversas no hospital gravemente feridas, no estado do Rio e depois, se matou.
Ou seja, várias especulações sobre um caso mega polêmico e que rendeu muitas páginas e páginas e páginas para jornalistas e comentaristas.
O que não podemos negar é que foi um verdadeiro massacre que chocou até a imprensa internacional.
Agora, estranho é você pensar: é triste, é doloroso, mas foi a vontade de Deus.
Como é difícil encarar a verdade né? Mas é meus caros, foi a vontade de Deus.
- Ah, mas Deus não iria querer crianças mortas de um jeito tão brutal.
- Ah, mas Deus não iria causar tanta dor ás famílias, mães e pais...
- Ah, Deus é bom, Ele não faria isso, isso é coisa do capeta e blá blá blá
Deus de fato não nos deseja a dor. Deus só buscou aqueles que Ele queria ao lado dEle naquele momento.
Nenhuma folha cai da árvore se não for da vontade do nosso Senhor. E se tudo aquilo aconteceu, é porque foi preciso e há um propósito nisso.
Se eu não pude ir á um compromisso, foi porque Deus quis.
Se ao atravessar a rua, quase fui atropelada, foi porque Deus quis.
Se eu almocei hoje, foi porque Deus quis.
Se não consegui uma boa nota na prova, foi porque Deus quis.
E tudo isso Ele já havia planejado, pra Ele tudo isso faz sentido.
Você não pôde comparecer ao compromisso, mas talvez algo ruim te aconteceria lá.
Se você quase foi atropelada, Deus quis que você ficasse mais atento ao que te acontece ao redor.
Se você almoçou hoje, Deus separou o alimento para te dar.
Se você não tirou uma boa nota, Deus te mostra que Ele está com você o tempo todo, mas você também precisa fazer por onde.

TUDO há um propósito e a vontade de Deus é perfeita, pode fugir um pouco da nossa compreensão... mas o que é a inteligência humana diante de tamanha majestade?

Está magoado hoje? Algo que você queria muito não de certo?
Saiba, Deus já sabia que isso aconteceria.
Deus já sabia do seu fracasso e Ele sabia que você estaria triste e não entenderia.
Ele já sabe que você vai pensar que não é importante, vai pensar que Deus nem se importa com você.
Ele sabe que você vai vacilar na fé. E Ele vai te levantar.
Ele vai te reerguer e fortalecer. Ele vai te abrir os olhos.
Ele vai te mostrar o porque de tudo isso, cedo ou tarde.



Esperei com paciência pelo Senhor, e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor.
Salmos 40:1

Perfeccionismo imperfeito


Exigo demais de mim mesma, exigo demais das pessoas.
Exigo dos outros atitudes que eu tomaria, exigo de mim atitudes que não sou capaz de tomar.
Exigo vencer sempre, exigo me punir quando perco, exigo que as pessoas saibam o momento de estarem perto e o momento de se afastarem de mim.
Exigo explicações, exigo tempo, exigo paciência.
Exigo demais.

Fracasso dói, dói no ego.
Porque dói saber que aquilo em que tanto me cobrei, falhei.
Dói saber que não consegui o que era preciso. Dói saber que não alcancei a meta.
Impotente, me sinto incapaz até mesmo de dizer: tentarei novamente.
Sou insistente, sou perseverante, sou perfeccionista. Vou tentar de novo, embora me doa e agora farei ainda melhor para que a 'falha' não esteja presente nem no meu vocabulário.
Errar, perder, falhar é humano? É.
Mas problema é do humano, eu preciso acertar. Eu preciso sempre estar de acordo com as minhas exigências.
Perfeccionismo maldito e que me arranca lágrimas.
Quero sumir no escuro do meu quarto, quero aprender a lidar com meus erros e fracassos SOZINHA, então saia daqui.
Me deixe resolver meus problemas, me deixe organizar minhas idéias.
Mas volte quando eu me sentir solitária. Volte quando eu pensar que não tenho ninguém para me abraçar e dizer que vai dar tudo certo depois.
Volte no momento certo.
Mas como sou exigente, não vou falar... então, descubra.
Sim, eu exigo demais.
Sim, eu odeio isso.
E sim, não vou mudar.

7 de abr de 2011

Porquê, mãe?

Porquê as pessoas têm mania de comparar e rotular pessoas?


Essa vai ser que nem á mãe!
Essa vai puxar á tia!
Essa é igualzinha á irmã!

NÃO.
Cada um é cada um e qualquer semelhança é mera coincidência.
Não tem nada a ver o seu futuro com a sua genética ou convivência, é sério.
Não é porque X pessoa teve sucesso na vida que você vai ter também.
Não é porque Y pessoa fracassou em seus planos que você vai fracassar também.
Além de sorte, existe determinação nisso aí.

Não me compare, não me rotule.
Nem eu mesma consigo fazer isso.
Não serei igual á você, não serei igual ao que espera de mim.
Me superarei, pra bem ou não é o que veremos.