12 de abr de 2011

Não, não é um assunto clichê

Olá queridos internautas que não sei porque cargas d'água pararam para ler o meu blog hoje!
Bem, minha cabeça funciona mais rápido do que meus dedos conseguem digitar e as idéias vão saltando pro post não necessariamente na ordem em que penso, mas espero conseguir passar o que acho.
Não é um assunto clichê. Não estou escrevendo sobre isso só porque em TODO lugar você vê alguma matéria ou comentário desse assunto. NÃO.
Só estou escrevendo sobre isso pra mostrar minha percepção, meu ponto de vista.

Tragédia no RIO DE JANEIRO.

Um cara (que uns dizem ser um fanático religioso, outros dizem ser um psicopata, outros dizem ser um doente mental que sofreu bullyng quando criança, outros dizem que por ser aidético ele queria matar e morrer Oõ e assim vai...) matou 13 crianças com vários tiros numa escola pública e ainda deixou outras diversas no hospital gravemente feridas, no estado do Rio e depois, se matou.
Ou seja, várias especulações sobre um caso mega polêmico e que rendeu muitas páginas e páginas e páginas para jornalistas e comentaristas.
O que não podemos negar é que foi um verdadeiro massacre que chocou até a imprensa internacional.
Agora, estranho é você pensar: é triste, é doloroso, mas foi a vontade de Deus.
Como é difícil encarar a verdade né? Mas é meus caros, foi a vontade de Deus.
- Ah, mas Deus não iria querer crianças mortas de um jeito tão brutal.
- Ah, mas Deus não iria causar tanta dor ás famílias, mães e pais...
- Ah, Deus é bom, Ele não faria isso, isso é coisa do capeta e blá blá blá
Deus de fato não nos deseja a dor. Deus só buscou aqueles que Ele queria ao lado dEle naquele momento.
Nenhuma folha cai da árvore se não for da vontade do nosso Senhor. E se tudo aquilo aconteceu, é porque foi preciso e há um propósito nisso.
Se eu não pude ir á um compromisso, foi porque Deus quis.
Se ao atravessar a rua, quase fui atropelada, foi porque Deus quis.
Se eu almocei hoje, foi porque Deus quis.
Se não consegui uma boa nota na prova, foi porque Deus quis.
E tudo isso Ele já havia planejado, pra Ele tudo isso faz sentido.
Você não pôde comparecer ao compromisso, mas talvez algo ruim te aconteceria lá.
Se você quase foi atropelada, Deus quis que você ficasse mais atento ao que te acontece ao redor.
Se você almoçou hoje, Deus separou o alimento para te dar.
Se você não tirou uma boa nota, Deus te mostra que Ele está com você o tempo todo, mas você também precisa fazer por onde.

TUDO há um propósito e a vontade de Deus é perfeita, pode fugir um pouco da nossa compreensão... mas o que é a inteligência humana diante de tamanha majestade?

Está magoado hoje? Algo que você queria muito não de certo?
Saiba, Deus já sabia que isso aconteceria.
Deus já sabia do seu fracasso e Ele sabia que você estaria triste e não entenderia.
Ele já sabe que você vai pensar que não é importante, vai pensar que Deus nem se importa com você.
Ele sabe que você vai vacilar na fé. E Ele vai te levantar.
Ele vai te reerguer e fortalecer. Ele vai te abrir os olhos.
Ele vai te mostrar o porque de tudo isso, cedo ou tarde.



Esperei com paciência pelo Senhor, e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor.
Salmos 40:1

4 comentários:

  1. POR QUÊ?

    Enquanto a mídia se dedica a explorar a tragédia das famílias envolvidas e tentar adivinhar o que se passava na cabeça do assassino, eu só tenho uma pergunta a fazer: Por quê?

    Na bíblia está escrito: Se Deus é por nós, quem será contra nós? Então, por que ele deixou que tal tragédia acontecesse?

    Fiéis cristãos podem dar duas respostas a essa pergunta, ambas, claro, justificando o injustificável. Poderiam dizer: Deus sabe o que faz e esse castigo deve ter sido merecido. Caramba, quem merece um castigo tão cruel? Que pai que realmente ama a seus filhos, seria capaz de tamanha crueldade? Se já é difícil de imaginar um imperfeito pai humano fazendo tamanha barbárie, o que se dizer do tão decantado e perfeito Deus?

    Outros diriam: isso não é coisa de Deus, isso é coisa do Diabo. Essa também suscita uma pergunta que vai de encontro à tese defendida pelos cristãos de que Deus é único, onipotente e etc.

    Se Ele é onipotente, e por onipotência entenda-se poder ilimitado, não deveria ser mais forte que o Diabo e impedi-lo de cometer tal atrocidade? Sendo Ele o único Deus, não existe o Deus do mal (Diabo), portanto, quem poderia ser o responsável por essa tragédia senão ele mesmo?

    Agora, e se ele não for o único Deus? Se houver também o famigerado Deus do mal, o lúcifer? Então o cristianismo não é monoteísta como dizem, pois reconhece a existência de dois Deuses, um do bem e outro do mal, ambos tremendamente poderosos, mas não onipotentes, já que o poder de um não consegue interferir no poder do outro.

    Como tudo que acontece em nossa vida, essa tragédia deve servir de aprendizado em vários sentidos. Com esse texto eu quero que você passe a pensar sobre o que lhe é transmitido como vontade de Deus e veja se tantas contradições fazem algum sentido.

    ResponderExcluir
  2. Para mim, você se contradisse em tudo que escreveu aqui.

    Inimaginável a dor de um pai ao perder seu filho. CONCORDO.
    Imagina então a dor de vê-lo sofrer na cruz, para salvar humanos pecadores e não merecedores de salvação?
    Nenhuma folha cai da árvore, se não for da vontade de Deus. Há um propósito para isso tudo.
    Os dias são maus e isso é bíblico.
    Atrocidades anteciparão a volta de Deus, está escrito.

    Deus é único. Te desafio a encontrar na bílbia algo dizendo que o anjo Miguel é considerado deus.
    ANJO, um anjo caído e nada mais.
    E se isso aconteceu, foi porque Deus permitiu que o diabo o fizesse.

    ONIPOTENTE, o poder é só dEle e é absoluto.
    Não é simplesmente tese. É fé.
    E eu creio.

    "Para aquele que crê, nenhuma prova é necessária. Para aquele que não crê, toda prova é inútil."

    ResponderExcluir
  3. Deus permitiu que o diabo o fizesse? E onde está a bondade divina? Se, como dizem os fiéis, ele queria levar aquelas crianças para perto dele, não poderia ser de uma forma menos trágica e cruel?

    Concordo com sua última frase. Por mais que se prove as incoerências e contradições bíblicas, quem crê cegamente continuará crendo.

    A propósito, não sou contra a fé de ninguém, apenas gostaria que essa fé fosse mais racional.

    ResponderExcluir
  4. Robson, Deus é bondoso mas também se ira e isso TAMBÉM é bíblico.

    Pois então, minha fé é essa e vai além de racionalidade.

    Obrigada mais uma vez, por me mostrar sua opinião.
    Gosto disso ;]

    ResponderExcluir

\õ/