7 de out de 2010

É bem mais complexo do que palavras

Não consigo falar.
Meu sentimentos parecem muralhas tão altas que nada e ninguém consegue alcançá-los, nem mesmo consegue enxergar seu topo.
Eu tento, eu pulo, eu escalo... já cheguei tão perto e a corda arrebentou.
Voltei á estaca zero e todo o esforço foi em vão.
Pareço uma fortaleza impenetrável. Um casulo no qual todos que tentam entrar com todas as forças, eu os expulso com forças proporcionais ou maiores até.

Guardo sentimentos, recordações, mágoas aqui dentro.
Guardo segredos, futilidades, lembranças. Guardo meus receios e desejos.
Guardo o tesouro.
Protejo ele como uma mãe protege seus filhos, como uma ave protege seu ninho.
Nem eu sei o que guardo lá. De tão secreto, não o abro.

Tento escalar a muralha, tento encontrar o baú do tesouro.
Não consigo um, não consigo outro.
Não consigo mostrar o mapa, não consigo decifrar o código, não consigo pedir ajuda e nem gritar por socorro.

"Você não se abre, você é misteriosa demais."
Dói escutar, dói saber a verdade.
Mas dói em você, saber que não consigo falar?
Dói por acaso saber que as palavras se escondem diante do meu mistério? Que me sinto solitária por não conseguir compartilhar com ninguém o que se passa dentro de mim?

Não, não dói. Você está do outro lado do muro. Você vive sua vida e na sua não há obstáculos tão grandes e nem nada que te impeça de se abrir.
Não se preocupe comigo. Não é que meu mistério seja maior que o seu ou meu tesouro seja mais valioso.
Eu só não gosto de nada que seja fácil demais, que seja dado de maõs beijadas.
Eu aceito os desafios Encará-los me dá o ânimo que preciso para entender o valor real do meu tesouro quando o encontrar.

Não me julgue por não ser igual. Carrego a verdade aqui no olhar ♪

Você só não entende o que meus olhos querem te dizer, mas eles dizem a verdade.
Não. Não me culpe por isso.
Se fosse escolha, eu escolheria.

2 comentários:

  1. Como eu já fiz essas coisas, olhar por cima do armário, é sempre bom... Sempre acho coisas esquecidas, como um ursinho velho, bagunças..
    Recordar é viver, eu adoro seu blog Ly

    ResponderExcluir
  2. Nhaa qe liindo *-*
    Obrg Mell pelo seu comentário e carinho :)
    beiijoooos =*

    ResponderExcluir

\õ/