10 de jan de 2011

MEDO


Eu tenho tanto medo de ser medrosa que acabo de me contradizer e também tenho medo disso.
Tenho medo de não saber me expor... se falando não consigo me expressar e por palavras escritas sempre fiz isso, se eu perder o dom de escrever eu estarei perdida, correto? Serei a pessoa mais imcompreendida do universo e por mera incompetência minha.
Medo de me apaixonar e quebrar a cara.
Medo de me iludir ou deixar alguém se iludir comigo.
Medo de falhar ou de não tentar.
Medo de sentir tanto medo.
Medo do incerto, medo do inseguro, medo do amanhã.
Medo da atitude, medo da falta dela.
Esses medos vão se dispersando aos poucos, hoje em dia me sinto mais corajosa.
Apenas um medo ainda me consome: o de não ter medo algum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/