10 de mar de 2011

Continue ignorando

Acabou o carnaval, acabou parte da farsa.
Pra mim, carnaval é a copa do mundo anual.
O momento em que os brasileiros esquecem dos reais problemas da nação para poder se embebedar, beijar na boca, fazer sexo adoidado, cair no povão, correr atrás de micaretas, ouvirem músicas sem sentido e ficarem plenamente felizes por 4 dias.
Esquecer daquele trabalho que você tem que entregar pro chefe, pedir um tempo no namoro ou até mesmo ganhar um vale-night, beber sem se preocupar se vai lembrar do que fez na noite anterior, pegar cocotinhas e playboyzinhos sem compromisso algum, beber e ainda assim dirigir colocando não só a sua vida em risco, mas a de todos os outros motoristas e assim vai...
Carnaval é festa. Carnaval é quando os famosos 'boicotes' políticos acontecem. É quando os grandes governantes podem colocar tranquilamente o dinheiro nas meias e cueca sem serem percebidos, afinal... as atenções estão viradas para as fantasias, para os carros alegóricos, para as bandas de axé, para as meninas semi nuas e etc.
O problema é que tudo é festa. O problema é que mesmo sendo maior de idade, você se considera um adolescentizinho de merda numa festa dessas, os caras mais velhos querem pegar as ninfetinhas, os jovens querem pegar coroas que ainda "dêem no coro", todos querem beber mais do que são capazes, querem experimentar sensações novas, substâncias novas, consequências novas.
Aí, sabe aquele pai de família que teve que voltar mais cedo da viagem á praia com seus filhos porque tinha que ir trabalhar? Ele morre na estrada por conta de um cara que saiu da micareta bêbado e entrou na contra mão de direção.
Aí sabe aquele garoto que foi pro carnaval afim de curtir e pegar todas? Esqueceu de usar a camisinha com uma das meninas e descobriu uma ou duas DST's uns meses depois.
Aí sabe aquela garota que foi em busca de novas emoções e curtir todas? Provou uma das 'balinhas' e teve uma overdose, desmaiou no meio da multidão. Agora basta saber: morreu por conta da droga ou por ter sido pisoteada no meio da 'curtição'?

Hipócritas.
2011 superou o ano de 2010 em acidentes de trânsito no carnaval.
Carnaval veio de uma palavra grega: Carnelevarium que quer dizer festa da carne.
Festa da perdição. E quando o bicho pega, quando os problemas te sufocam, quando você pensa não aguentar mais... aí você procura a Deus.
Aí você prefere o espírito á carne né? Aí é ora de pular, mas não atrás da micareta, mas num altar de igreja.
Aí é hora de cantar, mas não axé e sim músicas de adoração ao Deus vivo.
Aí é hora de tirar a fantasia, a máscara e colocar a outra: a de falso crente.
Aí é hora de beber, mas não álcool, mas sim da santa ceia.
Aí é a hora. A hora de Deus fazer com você, o que você fez com ele no carnaval.



IGNORAR.


Colaboração de um assunto: Thiago

5 comentários:

  1. UIII.. ai eu gosteii... mto bm Ly..
    Sóo esperoo q qndo tdo mundo cair na real, assim cm eu cai, já não seja tarde demais...

    ResponderExcluir
  2. Há certa controvérsia sobre o período, mas o que vale mesmo é que a festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra "carnaval" está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão "carnis valles", que, acabou por formar a palavra "carnaval", sendo que "carnis" do grego significa carne e "valles" significa prazeres.

    Em geral, o carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados "gordos", em especial a terça-feira (Terça-feira gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras), último dia antes da Quaresma. Ou seja, a partir daí Deus passou a fazer parte da festa, pois era interessante para a Igreja dominar a festa do povo, da mesma maneira como já fizera com o Natal. Mas isso é tema para o meu blog que você ainda não conhece.

    ResponderExcluir
  3. Esperamos mesmo né Bruuh ;/
    Justamente Robson! Seu blog é mais teoria, o meu é mais prática mesmo kkkk
    Mas agradeço pelas informações e por ter lido meu post!
    beijobeijo

    ResponderExcluir
  4. Lyy, vc disse tudo.. acertou na mosca!!

    Landim!!

    ResponderExcluir
  5. Nhaaa que máximo, obrg Landim!
    a sua opinião é mega importante pra mim *-*
    saudade!
    beijo

    ResponderExcluir

\õ/