2 de jun de 2014

Escrevi muito... e tinha muito o que escrever. Apaguei tudo e aqui estou.
Há algum tempo desisti disso.
Pensei ser minha válvula de escape os textos que compunha, mas nunca foi.
Isso só me ajudou a expor meus sentimentos para quem nunca de fato se interessou com eles.

Eis o fim da metamorfose.
Nasce a borboleta, enfim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/