4 de mar de 2010

a vida tão simples é boa, quase sempre... ♪

eu, que sempre reparei tanto em olhares, que sempre julguei muito só pelo que falavam o reflexo dos mesmos a mim, que sempre considerei um gesto, um sorriso, mais importante que palavras; hoje vejo que sempre fiz isso com as pessoas e nunca parei para reparar no meu olhar, nos meus gestos e nos meus sorrisos.

me olhando no espelho hoje, vejo um olhar que de tão inocente já foi traído várias vezes, hoje parece amargurado.
um olhar que de tanto brilhar esperando notícias boas e só recebendo más, hoje brilha de uma lágrima caída.
um olhar que de tanto confiar em outros, descobriu que o único olhar que não sabe mentir é o seu.

hoje quando olho no espelho e vejo meu sorriso, reparo que ele é sincero, independente da situação.
reparo que muitas vezes ele apareceu para impedir que lágrimas deslizassem pelo rosto, meu ou de outro.
reparo que mesmo que tímido, ele sempre mostrava tudo o que havia lá dentro da verdadeira alyane.

percebi que falo muito, até demais sem ser necessário.
meus gestos já dizem tanta coisa que poucaas palavras precisam ser ditas.

Hoje, confesso, tenho medo, muito medo.
e digo mais, antigamente não o tinha.
Eu me arriscava, quebrava a cara, tomava ponta pé da vida, mas em tudo que queria eu fazia e me jogava nisso por inteiro.
Acho que de tanto ver e ouvir:
-cuidado, vá devagar;
-você tá gostando demais e vai sofrer;
-ele não te ama,não vê?
-você não vai conseguir, desista;
-você não suporta tudo isso...
E ver que a maioria destas coisas foram verdadeiras, eu fiquei com medo.
Medo de decepcionar aqueles que já sabem como minha vida vai ser.
Já que dão tantos conselhos e certezas do que vai acontecer.

Medo de me decepcionar. De novo e outra vez.
Medo de me entregar de novo, sendo que já não deu certo tantas vezes, porque agora irá?
Medo de tentar aquilo de novo, sendo que já me disseram que eu não vou conseguir.
Medo se não conseguir suportar toda esta carga que me dão.

Eu quero.
Quero e vou.
Quebrar a cara de novo se possível, mas vou me entregar por inteiro pra quem eu gostar.
Meter os pés pelas mãos, mas vou tentar sim aquilo que qeria tto fazer.
Correr pra alcançar, mesmo que de cansado, tenha que parar; mas não vou desistir.
Parar e desistir, são diferentes.
Eu paro, mas eu vou tentar de novo. Só estou pegando as forças de novo.
Só estou deixando meu espírito mais forte pra encarar tudo isso.
Encarar falsos sorrisos e olhares mentirosos.
Encarar tombos e quedas da vida.
Encarar amores levianos.
Encarar beijos e abraços que são tudo,menos sinceros.
Encarar os desafios e os conselhos tão reais, e conseguir reverter tudo isso para uma meta já alcançada por mim que sou persistente e tenho dito.
Corro, por mais que não consiga alcançar.

Esse medo? Vive aqui, mas agora escondido.
A Coragem veio á tona e agora está atuando.
E onde um está, o outro não se atreve a entrar.
A vida é boa quase sempre, e quando ela não for, eu vou estar preparada.

Sorrisos e olhares, que venham os mais sinceros...
e os falsos que me aguardem ;)

2 comentários:

  1. sabe o que eu vejo em vc?
    uma menina com corpo de mulher
    uma pessoa que quando fala "beleza" é por que nao ta beleza
    uma menina que frange o nariz quando fica sem o que dizer
    uma ammiga incomparavel
    uma filha sem igual
    uma surpresa: encontro algo diferente em vc todo dia
    tipo ohtem vc se preocupou comigo
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. UHSAUHSUAHSUAS sempre me preocupo com meus amigos. SUAHSUHAUS acostume-se :)

    ResponderExcluir

\õ/