27 de abr de 2010

cenário de palavras


para escrever essas poucas palavras, joguei fora rascunhos de experiências e pensamentos.
e nas entrelinhas deste texto escondo algumas lágrimas de um choro reprimido.
entre as palavras se encontram algumas decepções e desilusões que ajudaram no surgimento delas.
o cenário é o palco da vida ou um livro de poesias.
entre as frases e pontuações estão os sorrisos e olhares que desvendaram mistérios dessa história com reticências e tão longe ou tão perto de um ponto final e definitivo.

somos meras palavras.
meras não, porque somos "as" palavras.
temos o dom de sermos ditas e jamais esquecidas.
o poder de mudar aqueles que lerem o livro de nossas vidas ou atuar num palco de poesias ou vice e versa ou versa e vice.
palavras sem rumo, sem destino, sem sentido cuja única função é expressar.
expressar a confusão de palavras e desvaneios, de frases e loucuras deste texto improvisado e imprevisível, o qual somos autores e atores:
a VIDA.

4 comentários:

\õ/