5 de jun de 2010

não olhe pra trás


"Os medos, anseios, que deixei pra trás ♪" - Manitu

Tenho tantos que já perdi a conta.
Medos, anseios, mágoas...
Sentimentos guardados como objetos antigos sem valor escondidos naquele baú no sótão.
As coisas vão acontecendo, os momentos passando, o amor sendo idealizado, a alegria sendo substituída, a monotonia sendo vivida.
Não devia ser assim.
Se soubéssemos o quanto isso no impede de viver. Se pudéssemos ver lá na frente o tanto de coisa que perdemos por medo, por acomodidade.
Sentir raiva e não brigar, sentir alegria e não sorrir, sentir angústia e não chorar.
Cadê o expressar? Aonde estão as verdades? A sinceridade, por onde ela anda? Deve estar andando com a autenticidade, as duas estão sumidas.
Guardar pra você. Guardar a indignação, a frustração com essa forma de viver é encher de água um balão de aniversário. Uma hora ele estoura.
A vida não pára. O tempo não nos dá trégua.
Você vai sofrer, vai chorar, espernear, implorar por segundas chances. Em vão.
A vida nunca irá te dar isso.
Ela segue, mesmo com seu sofrimento, com suas lágrimas, mágoas...
É preciso aprender a viver.
Aprender a jogar ao vento suas mágoas, evaporar o ódio sentido por certas pessoas, jogar ao mar suas frustrações, suas ansiedades e seguir fazendo de tudo isso um aprendizado.
Deixar que as mágoas nos ensine que viver é preciso, e o passado não pertence a estrada que segue em frente e sim a que passou.
Deixar que o ódio seja transformado em ânimo, para que quando nossos planos falharem, não desistamos.
Deixar que as frustrações sejam esquecidas e no lugar, tenham sonhos. Sonhos, que são o que nos motivam a continuar a caminhada em busca de realizações.
Deixar que a única ansiedade que tenhamos seja a de ser feliz, a de sair com os amigos, a de amar o seu amor, a de ser feliz e fazer feliz.
O tempo não vai parar pra você aprender isso. Ponha logo em prática, não perca um segundo.
Não se arrependa de nada que tenha feito. Faça.
O que você quer ver quando estiver velho, sentado em sua poltrona com o controle da TV na mão, olhando pela janela, vendo a chuva cair e o filme da sua vida passar?
A escolha é sua.


"São águas passadas, escolha uma estrada e não olhe pra trás" ♪ - Capital Inicial

Escolha logo seu caminho, faça logo o seu viver.
Xingue, chore, morra de rir, corra, fuja, alcance, seja, VIVA!

tic - tac.

4 comentários:

  1. Isso de não olhar para trás é tão dificil... eu, pelo mesnos sempre olho... e fico remoendo cada lágrima derramada, eu sou meio assim... e esquecer... complicado.. mas enquanto o tempo passa, enquanto ele corre, ele leva com ele tdo, todas as dores, osamores, e os fracassos, se é assim q tem q ser neh... kkkk

    ResponderExcluir
  2. é sim, nada vai parar para quer vc faça isso né!
    aprendendo a viver! HAHA ;D

    ResponderExcluir
  3. Adorei teu blog, te seguindo *-*
    me segue ? http://daaoliveira.blogspot.com/ :)
    bgs linda ;*

    ResponderExcluir
  4. te seguia faz tempo nina!
    adorei o teu blog tbm! *--*
    bjobjo

    ResponderExcluir

\õ/