29 de jul de 2010

os medos, anseios que deixei pra trás ♪


A madrugada é tão fria e traz com ela a solidão, sua companheira inseparável.
Solidão traz com ela o silêncio, que é inevitável pois onde um está o outro se faz presente.
Madrugada preguiçosa que contagia o relógio e os seus ponteiros parecem se arrastar a cada segundo, fazendo a noite parecer ainda mais longa do que já é.
Enrolada em meio a vários cobertores, tentando afastar o frio que sente dentro de si, abraçada ao seu pequeno urso de pelúcia cor verde já velho e acostumado com seus fortes abraços em momentos de angústia.
Ela assistia um filme de romance, mas mal prestava atenção nas cenas. Sua mente viajava longe, em vários momentos do passado, em momentos futuros, em sonhos, em lembranças...
As lágrimas foram rolando e os soluços foram inevitáveis.
Ela sentia uma dor forte no peito, como se houvesse um grande furo em seu coração onde habitasse ali todos os medos do mundo.
Medo de perder quem mais amava, medo de fracassar, medo de aranhas, medo da solidão, medo do que estava por vir, medo do escuro, medo de sentir medo.
Ela de fato vivia? Ou apenas o medo de arriscar que se mantinha vivo dentro de sua carcaça?
Ela realmente era forte como aparentava? Então porque chorava trancada em seu quarto em noites frias como aquela?
Quando o sol enfim decidiu nascer, trouxe com ele o calor e a esperança de que sendo um novo dia, tudo poderia mudar, tudo poderia acontecer.
Ela abriu a porta do seu quarto, do seu esconderijo. Ali deixou suas companhias: a solidão, o silêncio, o frio e seu pequeno ursinho de pelúcia velho e úmido de enxugar tantas lágrimas de sua dona naquela noite.
Lavou bem seu rosto, levantou a cabeça e saiu com aquele sorriso largo que todos conheciam e tanto gostavam, oferecendo um belo dia a quem passava.
E a resposta para a pergunta que tanto lhe aflingia e angustiava, ela descobriu:

Não sentirei medo da vida, mas viverei meus medos.
Pois corajoso não é o que diz não sentir medo de nada e sim aquele que o assume e o enfrenta.

6 comentários:

  1. ly vc ta fazendo uma biografia minha?

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    amei o comentário de vcs dois!
    qe bom saber disso sabia?
    me senti encontrando seres da mesma espécie enfim.
    haha'
    *--*

    ResponderExcluir
  3. Amigah, adoro ler seus textos e pensamentos...
    Me ajudam muitooooo... te amo lindaaaaaaaa
    ass.: Yasmin

    ResponderExcluir
  4. como dizia o salmista Davi!
    olho para os 4 cantos do mundo. me pergunto!
    d onde me virá o socorro?
    meu socorro virá d DEUS, q fez o ceu, e a terra!
    ainda q o choro dure 1 noite!
    a alegria, me virá, pela manhã.
    rsrsrs
    afff! sô, totalmente teu fã!
    t sigo! t sirvo!t gosto, t quero, t curto!
    rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Min *-*
    qe lindo nina, bom saber qe te ajudo :DDDD
    te amo viu gatona?
    bjs e saudade!

    _________

    Waltin, qe sábio.. o socorro me virá de Deus *--*
    falou tudo!
    obrg e obrg de novooo =DDDDDDD

    ResponderExcluir

\õ/