16 de nov de 2010

medir palavras,

dosar atitudes.


Coragem não é falar na cara, coragem é dizer o necessário... nem mais nem menos.
Atitudes e palavras, são coisas que não voltam atrás.
É fácil falar, isso não precisa de coragem alguma.
Muito fácil julgar atos e falas de outras pessoas, não é você que está em jogo.
Falar sem se importar com o que aquela pessoa tá recebendo, agir no calor do momento e acabar magoando muito mais do que poderia ter pensado.
Pedir desculpa. Aquela desculpa de sempre, aquela que foi a mesma da última vez.
Aquela: não liga, eu falo sem pensar.
Ah, pois eu penso muito. Sempre pensei  muito pra não te magoar, porque maior do que minha insensatez é o meu amor e minha preocupação em não te deixar triste.
Boba demais.
Sempre pensando assim, eu saio magoada e você como o dono da razão.
Palavras que magoam, que marcam.
Atitudes que não serão esquecidas e nem repostas.
Ninguém entende o quanto as palavras interferem em mim, o quanto elas se enraizam em mim,
Ninguém entende a plenitude de uma escrita, de uma leitura, de uma conversa na minha vida.
Ninguém entende o quanto o sentir é verdadeiro quando ouço e leio TUDO que vem a mim.

Não mudo minha essência, não mudo essa minha opinião.
Pode falar o que quiser, eu direi o que penso sem te ofender.
"Posso não concordar com o que diz, mas defendo até o fim seu direito de falar."
Para alguns eu posso ser covarde, pra mim isso se chama agir segundo o que acho correto.
Isso se chama sensatez, paciência.
Isso se chama cautela, coragem.

7 comentários:

  1. Concordo com você. Eu acredito que palavras são mais perigosas do que armas.

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante, mas também acho que atitudes podem agredir muito.
    Que tal agora escrever sobre a atitude de "dar as costas"???
    O que isso significa para você?

    ResponderExcluir
  3. put'z oÔ se ferrou em "Anônimo"...

    ResponderExcluir

\õ/