28 de jan de 2011

Amor fictício

Romance literário.



Agora estou lendo um livro do Nicolas Sparks, "Cartas para Jhon".
O livro retrata um caso de amor que começa da forma mais inusitada (como na maioria dos romances em filmes e livros) e acaba se tornando um caso de amor avassalador e etc e tal.
Incrível como que mesmo não sendo real, nos afeta, não é mesmo?
Ingênua. O livro dizia que a protagonista era um pouco ingênua. Ela acreditava em amor, em alguém que a fizesse sentir algo diferente de qualquer outra coisa e que a amasse igualmente ou mais.

Eu sou a ingênua.
Eu espero o cara o livro, eu espero alguém que me faça viver um desses romances literários.
Amor fictício, esses que vendem nas bancas, esses que alugam em locadoras.
Quero um amor desses, mas que seja real.
Quero tê-lo escrito nas páginas da minha vida.
Quero fazer o script conforme o meu querer e colocar o felizes para sempre como em qualquer filme de romance clichê.
O filme e o livro são meus, eu que faço o final.


Mas, e o início?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/