31 de mai de 2011

Impaciência





Ultimamente esse tem sido meu apelido.

E preciso confessar algo: sempre começo meus post's sabendo o assunto e meu ponto de vista, mas hoje é diferente.
Hoje comecei a escrever sem saber do que falar e sem ter qualquer pensamento, estou deixando me levar.
Sabe porque? Desde que fiz esse blog pra mim, me preocupo com o que escrever e se isso vai agradar aos meus leitores... e bem, se esse blog é pra mim, é meu universo particular, é o meu diário virtual e nele eu preciso escrever o que me interessa, o que me vem na cabeça, coisas legais ou não, interessantes ou monótonas, com algum conteúdo ou totalmente sem nexo.
E a partir de hoje será assim.
Sinto que mudei, estranho isso. Passei por muita coisa nos últimos tempos e percebi que não vi minha metamorfose acontecer. Estava tão ocupada com tudo que acabei perdendo minha mudança e agora me encontro assim, essa que é outra.
Não sou eu quem está dizendo isso, são todos os meus amigos, são os meus parentes, meu namorado e meu espelho... todos me dizem que mudei, que estou estranha. Não estou estranha, mas a mudança assusta as pessoas. Eu só mudei.
Eu era a rainha da paciência e ouvia tudo, inclusive críticas quando eu estava certa, mas ouvia tudo quieta.
Hoje nem estando errada eu tolero que me critiquem, só se realmente eu estiver equivocada e mesmo assim, não vou ouvir calada não.
Antes algo me irritava ou entristecia e eu me calava, fingia que nada havia acontecido.
Hoje eu ignoro de forma que percebam minha raiva ou então eu solto o verbo mesmo.
Daqui há um tempo eu vou encontrar o meio termo, porque agora saí de um extremo ao outro.

Não que eu seja extremista ou extrema, não sou daquelas difíceis de lidar... mas sei que também não sou fácil.
Afinal, quem é né? Ser humano é assim mesmo, bicho difícil.
Por isso que amo minhas cachorras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/