10 de out de 2011

Podem me chamar de antiquada, mas não mudo minha opinião quanto á isso.
Para mim, namoro é algo sério e não modinha.
Não é só mudar o status de relacionamento no facebook e postar fotos beijando na boca.
Não sou daquelas que termina um namoro e depois de duas semanas, já está em outro.
Namoro para mim, é quando você gosta de alguém tanto a ponto de assumir aos seus amigos, aos seus familiares e ao restante do mundo que você quer ter aquela pessoa como companheira.
Namoro para mim, é quando você não vê aquela pessoa como uma relação átoa, não é só gostar de estar com ela, não é só gostar do beijo e da presença dela... é também imaginar seu futuro com ela. Aliás, é não conseguir imaginar o seu futuro sem ela.
Namoro para mim, é algo sério e por isso penso, repenso e penso de novo.
Para mim, junto com essa palavra vem muitas outras: responsabilidade, fidelidade, amizade, reciprocidade.
Claro que também vem companhia, alegria, força, carinho... mas os prós ganham dos contras? Essa é a pergunta que não quer calar.
Tantas outras preocupações... nunca se namora entre duas pessoas apenas.
Um namoro engloba família, problemas, faculdade, trabalho.
Muitos me aconselham a arriscar, outros tantos dizem que posso estar me precipitando e como os sábios dizem... se conselho fosse bom, seria vendido e não dado.
Cabe a mim decidir e a consequência disso também.
O que fazer?
Boa pergunta, quando decidir eu aviso.

Medrosa?
Sou mesmo e demais.
Arriscar sempre foi uma palavra que evitava no meu dicionário, mas agora é a mais usada por mim.
Como as coisas mudam, não é mesmo?
Mas meu medo continua com o mesmo significado e usado constantemente em meu vocabulário.
Até quando? Até a coragem se tornar a palavra mais imponente por aqui, aí sim mudarei meu palavreado.
Vivo esperando esse dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/