9 de jun de 2012

A palavra de hoje é...

COMODISMO.

Acordamos e dormimos com ela, mas mal sabemos o mal que causa.
Se acomodar com a situação que está, faz com que entremos em um estado inerte: nem melhoramos, nem pioramos.
O que nos faz felizes, o que nos impulsiona e nos dá motivo para seguir em frente é sempre buscar o melhor, o avante. É ter sempre um outro propóstio, uma outra meta, é conquistar mais do que esperava.
Se por acaso perdemos esse ânimo de melhorar, de buscar mais... nos acomodamos.
Se estamos satisfeitos com a nossa casa, nosso carro, nosso trabalho... não temos motivos para querer mais. Estamos bem assim.
Se estamos tristes, em uma situação financeira não muito boa, relacionamentos amorosos vão de mal a pior, nos acomodamos. Pra quê tentar conseguir um outro emprego se até hoje não consegui? Porque tentar investir em um namoro se até hoje nenhum deu certo? Pra quê? Por quê?
Simplesmente porque o mundo gira.
As coisas mudam.
No mesmo momento em que você está bem, sua vida pode sim, ter uma revira-volta e você se dar mal.
Ou o oposto também pode acontecer, mas vamos viver contando com a sorte?
A sorte de que algo dê ceto ou continue dando certo?
Não, isso é comodismo. E isso destrói tudo.
Destrói um relacionamento que cai na rotina, destrói uma carreira pois alguém faz o que você fazia melhor que você, destrói um sonho porque você não correu atrás dele.

Acorde! Não se acomode, faça e seja melhor a cada dia.

"Há um desejo enorme para ser feliz.
Na mesma proporção do comodismo de lutar por isso.
Essas forças se anulam...
E nada se resolve."
Renilmar Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

\õ/